background

PREÇO E QUALIDADE

Aprenda como usar essa relação a seu favor

Quando vamos comprar um produto, um dos fatores que mais pesam na hora de decidir qual levar é a qualidade, mas nem sempre este é um fator fácil de determinar. Afinal, o que de fato levamos em consideração para afirmar se um produto é ou não de boa qualidade?

Um dos principais fatores é a quantidade de pessoas que aprovam um determinado produto. A lógica é simples: se muita gente usa tal produto/serviço, logo este deve ser de boa qualidade. Isto é o que chamamos de “Prova social”. Estratégias como depoimentos, cases com outros clientes e promoções do tipo “chame um amigo e ganhe um desconto” são exemplos de prova social, onde o consumidor tem contato com algum cliente satisfeito ao longo da sua jornada de compra, para ter um reforço positivo.

Um outro fator que consideramos para inferir a qualidade de um produto é a sua estética ou design. Se um produto parece bem desenhado e planejado pelo lado de fora, é fácil pensar que o mesmo vale para o produto como um todo.

Estes são dois exemplos de estimadores usados pelo cliente para determinar a qualidade de um produto ou serviço. Porém, fora eles, existe um terceiro fator extremamente importante que, geralmente é associado com qualidade: o preço. Isso porque é fácil pensar que quanto maior a qualidade de um produto, mais caro este será.

Para ilustrar este fenômeno pensemos no exemplo de um vinho. Quanto mais caro este for, maior será a qualidade atrelada a ele. Não necessariamente o sabor será melhor do que o de um vinho mais barato, mas a sensação de qualidade que o preço implica é definitivamente superior. O que leva muitos consumidores a optarem pelo vinho mais caro, mesmo que o mais barato não tenha um sabor tão mais distinto. O mesmo é válido para carros, comida e etc.

Mas como se dá esta relação entre preço de um produto e qualidade percebida pelo cliente? Podemos sempre inferir que os dois são diretamente proporcionais, ou seja, quanto maior for um, maior será o outro? Vamos entender isso a seguir.

É sabido entre os economistas que, de maneira geral, quanto maior o preço de um produto, menor a demanda por este. pelo menos é o que diz a curva de demanda de um bem ou serviço, que se encontra abaixo:

Curva de Demanda Tradicional

O que essa curva nos diz é que quanto maior for o preço de um produto, menor será a quantidade de demanda por ele. Ou seja, quanto mais caro, menos pessoas vão querer.

Porém, nos dias atuais, esta curva é posta em cheque por novas descobertas da economia comportamental. Um estudo de 2010 publicado no Journal of Retailing, feito pelo professor Ming Ding, da Universidade do estado da Pensilvânia, constatou um comportamento humano diferente do previsto pela curva de demanda tradicional.

O estudo em questão apresentou um experimento onde o professor apresentava o mesmo produto para pessoas diferentes e apresentava preços de venda distintos para cada entrevistado. Em seguida a demanda pelo produto - ou seja, quantas pessoas o comprariam - foi registrada. O resultado do experimento foi uma curva parecida com a que se encontra abaixo:

Resultado da Pesquisa

Nesta nova curva, podemos ver que, a um preço muito baixo (quase de graça), um grande número de produtos são vendidos. Da mesma forma que acontecia na curva de demanda tradicional.

Quando o preço aumenta um pouco, as vendas caem rapidamente. porém, existe um ponto em que o preço sobre e as unidades demandadas voltam a subir. É claro que existe um limite e, em um determinado preço, as vendas voltam a cair.

De acordo com esta nova curva, o melhor seria estar no segundo pico, onde as vendas voltam a subir, pois é neste estágio em que o negócio consegue se aproveitar de um alto preço e de uma alta demanda.

É claro que esta é uma teoria e não necessariamente se aplica a todos os tipos de produtos e serviços de maneira indiscriminada. Evidentemente, produtos e serviços diferentes possuem curvas de demanda diferentes. Mas ainda assim vale a pena entender onde o seu preço se encontra nessa curva e como o seu negócio pode usar o preço como um fator que reforça a qualidade do produto. Pois sabemos que quanto maior a qualidade percebida pelo consumidor, maior são as vendas.

Caso tenha qualquer dúvida ou queira entender melhor como utilizar esta curva de demanda no seu negócio, basta entrar em contato pelo nosso formulário. nossa equipe está a inteira disposição.

background

Fale conosco e realize um teste gratuitamente

Experimente no seu negócio de forma GRATUITA.

Entre em contato inserindo seus dados ou pelas informações abaixo e marcaremos um encontro para que você possa experimentar a precificação dinâmica no seu negócio gratuitamente.

Ligue no número

+55 (22) 99986-0996

Mande um e-mail

FALECONOSCO@PORDEMANDA.COM

Visite nossa sede

R. do Carmo, 71 - Centro,Rio de Janeiro - RJ, 20011-020

Por favor, corrija o(s) seguinte(s) erro(s):

  • {{ error }}

Insira seus dados para que possamos entrar em contato.

Por Demanda © CFS Comercio Eletronico Ltda. - CNPJ 30.659.675/0001-08
Todos os direitos reservados